sábado, 31 de julho de 2010


Embora desconfiasse, ela teimava, racionalmente, em não acreditar. O tempo passava e eles perceberam que cativar é amar. Mas ela não se contentou com o deve ser. Queria ter a certeza de que a resposta que seu coração pedia era verdade. A certeza que ela queria veio musicada. E depois de cada olhar, ela queria muito mais.

Ele, além de cada olhar, também queria muito mais. Queria mais que um beijo, ele queria ter a certeza de que seu coração tinha razão em ter escolhido tão bem. Naquele dia, naquele momento, beijá-la foi sentir toda a sua beleza pelos lábios...

Aquele único beijo tão suave forneceu-lhes a resposta que queriam e os encorajou a seguir adiante. De anjo bom ele se converteu em Meu amor. Já ele que julgava o amor uma espécie em extinção, descobriu algo precioso e raro de se achar, encontrou um acalanto, um amor celacanto.

A cada dia eles, juntos, têm confirmado que é tempo de amar e que é bem melhor serem dois do que um...

6 comentários:

Thiara da Silva disse...

Que liindooo, Danii!

Adorei a sucessão de momentos que levou a uma linda descoberta: o amor!

Bjos

Denison disse...

Para o amor não existem palavras, explicação,ou coisa qualquer que possa defini-lo, a menos que alguém ame e viva intensamente esse mesmo amor e você tem o coração cheio dele! te amo meu anjo!!! meu amowwwwwwwwwwwww rsrsrsrsrs

Lu Souza disse...

Nossaaaaaaaaaaa, que belo realmente só uma pessoa com o coração cheio de amor pode traduzi-lo tão bem. Ai, ai....... bjossssssss

Emanuela Carvalho disse...

Ahhhhh,
Assim eu choro!
Que coisa mais linda...
Que essa canção de amor, essa composição, dê ainda mais inspiração pra tantas outras que virão!
Bjo, Dani!
Adorei!!!!

Viviane disse...

(Suspiros....)E amar a dois , consiste em cada dia compor de uma forma diferente a cançao que nos motiva a VIVER!

Bjinhos...
(Torcendo sempre por vocês!)

MJ Assunção disse...

Muito bom o texto!!!
Se quiser dê uma visitada no meu blog:http://www.multinarrativas.blogspot.com/