terça-feira, 26 de outubro de 2010

Sede

Na rua em que moro, há uma flor cujo nome é cansaço.
No cansaço em que vivo, há uma força cujo nome é amor.
No amor que manifesto, há uma procura cujo nome não sei.
E por não saber, sigo em frente, a buscar, mesmo cansada, o amor que não sei...

4 comentários:

Denison disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denison disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Denison disse...

Quem tem sede das coisas que enchem nossa alma e finda nossa busca por descobrir a nós mesmos com certeza será saciado! sou seu fã meu amowwww
(tbm te amo quando posso te consultar para postar meus comentários)kkkkkkkkkkkkkkkk

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Belo trabalho! Bravo!
Como parceiro do cinema, convido-o a navegar no blog O Falcão Maltês. Com ele, procuro o deleite cinematográfico.
Abraços,

O Falcão Maltês